Quem tem direito ao atendimento especial no Enem 2018?

Milhares de estudantes já foram beneficiados com oportunidade de cursar uma universidade através de iniciativas do Governo, como, por exemplo, o programa de financiamento estudantil (FIES). No entanto, o primeiro passo para conseguir essa chance é através da realização do Enem. E, por acaso, você sabe quem tem direito ao atendimento especial no Enem 2018?

Vale salientar que os candidatos ao Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM) podem solicitar um atendimento diferenciado. No entanto, essa solicitação deve ser realizada durante o ato de inscrição com comprovação posterior desta necessidade.

Quais pessoas podem solicitar o atendimento especial no Enem 2018?

É importante frisar que esse atendimento especial no Enem 2018 tem a função de oferecer uma condição satisfatória para que todos os candidatos possam se concentrar e realizar a provar, sem restrições.

De acordo com informações do Ministério da Educação, as condições que credenciam o aluno para pedir o atendimento especial são as seguintes:

1 – Baixa visão,

2 – Deficiência auditiva ou intelectual (mental),

3 – Déficit de atenção,

4 – Discalculia,

5 – Dislexia,

6 – Surdez e

7 – Surdocegueira.

Ou seja, todas as pessoas que apresentam uma destas necessidades especiais têm direito ao atendimento especializado.

Quais os recursos disponibilizados para esses candidatos?

Aquele candidato que pediu o atendimento especial no Enem 2018 pode receber alguns recursos, como, por exemplo, a prova em braile, ajuda de um tradutor-intérprete de língua brasileira de sinais (libras), uma videoprova em libras (vídeo com a tradução de itens), uma prova com letra ampliada, óculos especiais, uma lupa, uma telelupa, uma luminária e algumas tábuas de apoio.

Quais os recursos disponibilizados para esses candidatos?

Quais os recursos disponibilizados para esses candidatos?

Mas, como é efetuada a entrega deste material? Será que o aluno executa a prova sem nenhuma supervisão? Não é bem assim. Nenhum aluno estará sozinho durante o preenchimento do teste e todo o material será verificado por um aplicador antes de iniciar o tempo para realizar a avaliação.

Atendimento por nome social

Além do atendimento especial no Enem 2018, o candidato também poderá solicitar a o atendimento por nome social. O prazo vai até o próximo domingo dia 3 de junho. Os candidatos transexuais e travestis que desejam ser identificados pela sua identidade de gênero necessitam fazer a solicitação pela internet.

Na hora de fazer o cadastro, o cidadão necessita indicar qual tipo de sanitário deseja usar no dia do exame – masculino ou feminino. É importante também repassar o CPF, a senha e o nome social a ser utilizado. A plataforma vai solicitar os seguintes documentos anexados, nos formatos PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2MB:

1 – Fotografia atual nítida, individual, colorida, com um fundo branco que mostre desde a cabeça até os ombros, de rosto inteiro sem a utilização de óculos escuros e qualquer item de chapelaria, como, por exemplo, os bonés, os chapéus, as viseiras, os gorros e objetos parecidos.

2 – Cópia digitalizada de frente e do verso de um dos documentos de identificação oficial com fotografia e cópia assinada e digitalizada do cadastro de solicitação do atendimento por nome social.

Add Comment